Beijo Gay

// 14 janeiro, 2014 // Artigos

INDIGNADO ESCREVO: E ainda tem crente que conta as cenas do “culto” da novela demonstrando alegria e dizendo: “o nome do Senhor está sendo glorificado”. Graças a Deus na minha casa nós glorificamos a Deus de outra maneira, pois há muitos anos não assistimos estas obras preparadas no inferno, que colocam como “normal” as separações, traições, mentiras, intrigas e muito mais! Não pense que isto não influencia dentro do teu lar, porque influencia de maneira muito sutil. Experimente ficar 30 dias sem assistir novelas que você verá a diferença no relacionamento familiar, mas faça isto em comum acordo e orem propositando.

Fiz uma pesquisa e a Rede Globo vem desde o ano de 1995 colocando sem intervalo uma dupla gay (me recuso chamar isto de casal) em todas as suas novelas do chamado horário nobre, e agora na novela dos “crentinhos” – que prefiro chamar de “sacanagem da vida” – eles querem chegar no fundo do poço, com algo que já vêm ameaçando há tempo: o primeiro beijo gay em uma novela.

A velha estória da tartaruga e do cavalo alazão. Quando é um cavalo alazão que vem correndo para entrar em nossa casa, corremos para fechar a porta, mas quando é uma tartaruga entrando achamos até engraçadinha. Grande perigo do “não faz mal”, do “não tem problema”.

CONTINUE ASSISTINDO ESTA NOJEIRA! Uma reportagem que está no CLICRBS, afiliada da Rede “Bobo”, diz que os atores estão torcendo pelo beijo gay. Claro, para agradar quem paga seus salários. E no final da reportagem, um deles diz que “seria legal, a sociedade é muito conservadora”. Sim, eu sou conservador, pois o sal da terra é para isto mesmo, conservar, e não apodrecer junto com este mundo que jaz no maligno!

Há aproximadamente um mês, um dos principais autores de novela da Globo, Gilberto Braga, ficou “noivo” do homem com quem se relaciona há 30 anos. Ele, inclusive, já está escrevendo uma das próximas novelas das 8h.

Com este texto, sigo a recomendação do apóstolo Paulo em Romanos 12:2: “Não vos conformeis com este mundo.”

MARANATA, MARANATA!!! ESTE É O CLAMOR DA MINHA ALMA!

Comentar